Jesus, eu confio em
Vós
Irmãs de Jesus Misericordioso
Home » » Começa no dia 26 de setembro

Começa no dia 26 de setembro

Written By Irmãs de Jesus Misericordioso on segunda-feira, 21 de setembro de 2009 | 17:13:00



Novena antes
da festa litúrgica
da Santa Faustina Kowalska

(Começa no dia 26 de setembro)

“Sinto bem que a minha missão não termina com a morte,mas começará com ela. Ó almas incrédulas, eu vos descortinarei o véu dos Céus para vos convencer da bondade de Deus, para que não machuqueis mais com a dúvida o dulcíssimo Coração de Jesus. Deus é Amor e Misericórdia!” (Diário 281)

1. Hino a Divina Misericordia
2. Ladainha a Hóstia Santa (Diário, 356)

Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, tende piedade de nós
Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, ouví-nos
Jesus Cristo, atendei-nos
Deus Pai dos céus, tende piedade de nós
Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós
Deus Espírito santo, tende piedade de nós
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrado o testamento da misericórdia de Deus para nós, e especialmente para os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrado o Corpo e o Sangue do Nosso Senhor, como testemunho da infinita misericórdia para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrada a Vida eterna da infinita misericórdia, concedida copiosamente a nós, e especialmente aos pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrada a misericórdia do Pai, do Filho e do Espírito Santo para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrado o infinito preço da misericórdia, que pagará todas as nossas dívidas, e especialmente as dos pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrada a Fonte da água viva, que brota da infinita misericórdia para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrado o fogo do amor mais puro, que arde no seio do Pai Eterno, como num abismo de infinita misericórdia para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrado o remédio para todas as nossas doenças, que flui da infinita misericórdia como de uma fonte para nós, e especialmente para os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual está encerrada a união entre Deus e nós, pela infinita misericórdia para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, na qual estão encerrados todos os sentimentos do Dulcíssimo Coração de Jesus para conosco, e especialmente para com os pobres pecadores, eu confio em Vós!

Ó Santíssima Trindade, confio em Vossa infinita misericórdia. Deus é meu Pai, e eu, portanto, Sua filha, tenho todos os direitos ao Seu Divino Coração; e quanto maiores as trevas, tanto mais completa deve ser a nossa confiança.

Ó Hóstia Santa, nossa única esperança, em todos os sofrimentos e contrariedades da vida, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança, em meio às trevas e às tempestades interiores e exteriores, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança na vida e na hora da morte, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio aos insucessos e às profundas incertezas, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio às falsidades e às traições, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança nas trevas e na perversidade que cobrem a Terra, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio da saudade e da dor, em que ninguém nos compreende, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio dos afazeres e da monotonia da vida cotidiana, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio das ruínas dos nossas anseios e esforços, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, nossa única esperança em meio dos ataques do inimigo e das investidas do Inferno, eu confio em Vós!

Ó Santíssima Trindade, confio em Vossa infinita misericórdia. Deus é meu Pai, e eu, portanto, Sua filha, tenho todos os direitos ao Seu Divino Coração; e quanto maiores as trevas, tanto mais completa deve ser a nossa confiança.

Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando as dificuldades superarem as minhas forças, quando eu ver ineficazes os meus esforços, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando as tempestades agitarem o meu coração e o espírito atemorizado inclinar-se ao desespero, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando o meu coração tremer e, quando o suor mortal cobrir a minha fronte, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando tudo conspirar contra mim e o negro desespero penetrar na minha alma, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando a minha vista se apagar para tudo o que é terrestre, e o meu espírito ver pela primeira vez os mundos desconhecidos, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando os meus trabalhos superarem as minhas forças, e o insucesso me acompanhar continuamente, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando o cumprimento da virtude me parecer difícil e a natureza se revoltar, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando os golpes do inimigo forem desferidos contra mim, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando os trabalhos e os esforços forem condenados pelos homens, eu confio em Vós!
Ó Hóstia Santa, confio em Vós, quando soar sobre mim Vosso Juízo; então, confiarei no oceano da Vossa misericórdia, eu confio em Vós!

Ó Santíssima Trindade, confio em Vossa infinita misericórdia. Deus é meu Pai, e eu, portanto, Sua filha, tenho todos os direitos ao Seu Divino Coração; e quanto maiores as trevas, tanto mais completa deve ser a nossa confiança.

Orações finais (a escolha)
Ó meu Jesus, compreendo o significado da hóstia, compreendo o significado do sacrifício. Quero ser diante da Vossa majestade uma hóstia viva, isto é, um sacrifício vivo, que arda diariamente
em Vossa honra. (Diário 1826)

Adoro-Vos, Criador e Senhor, oculto no Santíssimo Sacramento. Bendigo-Vos por todas as obras das Vossas mãos, nas quais vejo tanta sabedoria, bondade e misericórdia. Ó Senhor, semeastes
tantos encantos pela Terra, e eles me falam da Vossa Beleza, embora sejam apenas uma fraca imagem de Vós, Beleza inconcebível. E, embora Vós tenhais escondido e ocultado a Vossa Beleza, o meu olhar, iluminado pela fé, Vos descobre e a minha alma reconhece o seu Criador, o seu maior Bem, e o meu coração mergulha todo em oração de adoração. (Diário 1692)

Novena a Santa Faustina:

Ó Jesus, que fizeste da Santa Faustina uma grande devota da Vossa ilimitada Misericórdia, dignai-vos, pela sua intercessão, se for do agrado da vossa santíssima vontade, conceder-me a graça...que vos peço.
Eu, pecador, não sou digno da Vossa misericórdia, mas olhai para o espírito de sacrifício e dedicação da Santa Faustina e recompensai a sua virtude ouvindo os pedidos que por sua intercessão com confiança Vos apresento.

Pai Nosso...Ave-Maria...Glória ao Pai...

L. Santa Faustina
T. Rogai por nós
SHARE

About Irmãs de Jesus Misericordioso

0 comentários :